A-Fund envia dinheiro em solidariedade aos presos anarquistas de Turim

Na quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019, começou o despejo da ocupação “Asilo ocupato” (“o jardim de infância ocupado”) em Turim, ocupado desde 1995. O despejo foi realizado como parte da “Operazione Scintilla” (“Operação Spark”). Seis anarquistas foram presos logo depois. Uma sétima pessoa ainda está sendo procurada.

As acusações são graves: formação de uma associação subversiva, incitamento ao crime e, posse, fabricação e transporte de explosivos em local público. As acusações estão relacionadas à resistência contra o regime migratório italiano, ou seja, contra os campos/prisões de deportação. O Asilo foi despejado como parte dessa operação porque o Estado o considera a “base logística e operacional” dessa “associação subversiva e insurrecional”.

Aqui está a descrição completa do caso com um pedido de apoio dos presos.

A A-Fund decidiu enviar 421 euros para o grupo de solidariedade aos reprimidos.

Se você quer ter certeza de que qualquer anarquista em qualquer situação semelhante seja apoiado, você deve realmente apelar para o Fundo Internacional de Defesa Anarquista!

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. cookies?

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close